VKWC Fuerteventura 2015 – 2º e 3º Round

71f8f59c-c4db-4a8f-83fb-3b2023bc4751

O terceiro dia de competições do Virgin Kitesurf World Championships on Fuerteventura começou com o início das baterias logo pela manhã. As condições estavam perfeitas com ventos fortes como o esperado. Tivemos a continuação das baterias do round 2 e 3, definindo os atletas classificados para as quartas de final no masculino e para a semifinal no feminino.

A primeira bateria do dia foi entre Marc Jacobs (NZL/Switch) contra o brasileiro Alex Neto (BRA/Best). Jacobs começou a bateria com tudo, velejando com pressão no seu kite 9m acertando um belo Hinterberger Mobe. Neto manteve uma boa performance pousando bons Hinterberger Mobe e S-Mobe. O brasileiro teve mais consistência e venceu a bateria avançando para o 3º round.

O vento parecia cada vez mais forte na bateria do russo Sergei Borisov (RUS/Slingshot) contra Posito Martinez (DOM/Da Silva). Martinez acertou um ótimo 317 em condições difíceis com seu kite 7m. Borisov pousou um belo S-Mobe e Backmobe, mas não foi o suficiente para vencer o rider dominicano.

Na bateria #12, Michael Shitzhofer (AUS/Best) enfrentou o jovem holandês Rens Van Der Schoot (HOL/Cabrinha). Rens mandou muito bem na bateria, mas não foi o bastante para vencer o experiente austríaco que avançou para o próximo round.

Svetlana_RomantsovaIMG_9151

Fuerteventura nunca decepciona, assim que as baterias continuavam os ventos aumentavam cada vez mais. Pessoas viajam de todos os lugares do mundo para conhecer esse paraíso dos ventos.

Mesmo com ventos fortes, chegando aos 35 nós foi a vez de Jerome Cloetens (BEL/North) provar suas habilidades contra Lewis Crathern (ING/Best). O belga que reside em Tarifa, se mostrou acostumado a velejar nos ventos fortes e venceu a bateria contra o inglês.

Outro que avançou para o próximo round foi Stefan Spiessberger (AUS/North) que acertou um belo S-Mobe batendo o dominicano Ariel Corniel (DOM/Naish).

Passando para a chave feminina, as quartas de finais começaram com a espanhola Gisela Pulido (ESP/Best) vencendo Annelous Lammerts (HOL/Slingshot). As duas atletas velejaram muito bem, mas Gisela passou para a próxima bateria ao acertar um belo S-Mobe e Hinterberger mobe.

O vento continuava forte para a bateria de Annabel Van Westerop (Aruba/Cabrinha) que pousou um 313 e Blind Judge para vencer a polonesa Helena Brochoka (POL/Liquid Force). Seguindo com a bateria de Paula Novotna (CHE/North) que acertou boas manobras, dentre elas um Back to Blind para vencer Hannah Whiteley (ING/Best).

Svetlana_RomantsovaIMG_8508

A última bateria do feminino, foi um duelo entre a atual campeã mundial Karolina Winkwoska (POL/Slingshot) e a brasileira, campeã mundial em 2009, Bruna Kajiya (BRA/Airush). As duas atletas estavam determinadas a vencer a bateria, velejando com power e fluidez. Bruna Kajiya provou ser uma das melhores riders do mundo avançando para o próximo round com seus novos equipamentos Airush 2016. Foi uma bateria bem disputada em condições desafiadoras, sendo a primeira vez na temporada que Winkowska ficou fora de uma final, sendo que a polonesa havia vencido todas as etapas até o momento.

O Round 3 masculino foi pra água, com o atual campeão mundial Christophe Tack (BEL/Liquid Force) enfrentando o brasileiro Alex Neto (BRA/Best). Foi uma bateria equilibrada, mas Tack avançou após acertar um belo Front Blind Mobe e um Backside 315. Neto acertou um KGB perfeito e ainda um Crow Mobe 5, mas não foi suficiente para passar para o próximo round. Outro que avançou para as quartas de final foi Posito Martinez (DOM/DaSilva), que venceu Patrick Blanc (ESP/Ozone) pousando uma das manobras mais fortes do dia, um super 317.

Na bateria 19, vimos Alex Pastor (ESP/Airush) enfrentando seu companheiro de equipe Oswald Smith (AFS/Airush). Smith falhou nas suas principais manobras, abrindo as portas para Alex avançar para o próximo round. Na bateria #20, o bicampeão mundial Youri Zoon (HOL/Best) mostrou consistência e performance, acertando um 317 e um Backside 315, garantindo a sua vitória sobre Michael Schitzhofer (AUS/Best).

Svetlana_RomantsovaIMG_7746

O brasileiro Eudazio Da Silva (BRA/Nobile) não conseguiu velejar tão bem na sua bateria contra Paul Serin (FRA/Naish), mas ainda acertou um Double Heart Attack, porém essa manobra não foi o bastante para passar pelo Francês. Na Bateria #22, o jovem Jerome Cloetens (BEL/North) enfrentou o brasileiro Carlos Mario (BRA/Slingshot) em condições de ventos fortes e mar choppy. Jerome pousou boas manobras, mas não conseguiu superar o 317 e o Backside 315 de Mario. O jovem brasileiro avançou para o próximo round e já é um dos favoritos para o pódio.

O rider dominicano Robinson Hilario (DOM/F-One) fez uma bela bateria, mas foi derrotado pelo espanhol David Tonijuan (ESP/Cabrinha) que acertou o melhor Back Mobe 5 do dia. Na última bateria do dia, Aaron Hadlow (ING/North) enfrentou o austríaco Stefan Spiessberger (AUS/North) em uma bateria que definiria o último lugar nas quartas de final. Hadlow não decepcionou e com um belo Front Blind Mobe e Back Mobe 5 venceu a bateria contra Spiessberger que acertou ainda pousou um S-Mobe.

Para esta sexta teremos mais um dia com ótimos ventos, com os melhores kitesurfistas do mundo na água para a modalidade Big Air. Fiquem ligados nos releases e redes sociais do Gokite para maiores informações ! Siga e curta nossas páginas  TwitterInstagram e Facebook  !!!

Segue o vídeo, fotos  e tabela oficial do evento !

MEN-FREESTYLE-FUERTE2015-day3-01-01
WOMEN-FREESTYLE-FUERTE2015-day3-01-01-02

Comentários

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta