Hadlow e Pulido vencem o VKWC na Alemanha

cabecera_Fb_VKWC_Germany_2015_4.27.10_PM

O pentacampeão mundial Aaron Hadlow (ING/North) e a  9x campeã mundial Gisela Pulido (ESP/Best), tiveram performances incríveis e venceram o WKWC em St Peter Ording. Com baterias de altíssimo nível, os dois atletas mostraram muita experiência para vencer a competição. Os brasileiros Carlos Mario (BRA/Slingshot) e Bruna Kajiya (BRA/Airush) terminaram com uma ótima terceira colocação.

Os ventos estavam fortes com rajadas de até 30 nós deixando as baterias finais desafiadoras.

Youri Zoon (HOL/Best) e Aaron Hadlow (ING/North) fizeram a bateria mais disputada do evento. Zoon estava bem, pousando incríveis 317 e S-Mobe 7. Porém Hadlow acertou um S-Mobe 7 ainda mais alto nos minutos finais levando a vitória.

O recente qualificado, Jerome Cloetens (BEL/North) enfrentou Carlos Mario (BRA/Slingshot) na segunda bateria das quartas. Durante as quartas, a maré formava boas ondas (kickers) e deixava um flat entre elas, favorecendo aos atletas um pop ainda mais agressivo. Os dois jovens atletas velejaram muito, mas o Back Side 317 de Carlos Mario fez a diferença classificando-o para as semis.

Posito Martinez (DOM/Da Silva) foi outro rider que estava com tudo, ele acertou um inacreditável 317 decolando do kicker e conseguiu a nota máxima, um 10 unânime. Essa manobra fez a diferença para o dominicano vencer o atual campeão mundial Christophe Tack (BEL/Liquid Force). Tack ainda acertou um Frontside 7 e Toe Backside 5, pressionando Posito que precisava de mais uma manobra. Nos segundos finais Posito acertou um Backside 315 avançando para as semis.

liam

Seguindo para a última bateria das quartas dois grandes amigos se enfrentaram. Liam Whaley (ESP/Cabrinha) contra Alex Pastor (ESP/Airush). Eles fizeram uma bela batalha por um lugar nas semis. Pastor pousou um belo  S-Mobe 7, porém não o suficiente para vencer a regularidade de Whaley.

Para Hadlow avançar para a grande final teria que vencer uma das sensações da temporada 2015, o brasileiro Carlos Mario. Hadlow mostrou experiência e venceu a bateria contra o brasileiro que não esteve inspirado. Liam Whaley venceu Posito Martinez, que infelizmente se machucou na tentativa de um 317, abandonando a bateria antes do termino. A grande final estava definida, a briga pelo título da etapa seria entre Liam Whaley e Aaron Hadlow!

Whaley começou a final com tudo, enquanto Hadlow estava paciente fora do gate (área de competição). Os dois riders pareciam estar overpowered com seus kites 7m. Hadlow pousou uma série de manobras como um Front Blind Mobe e Back Mobe 5. Liam respondeu com um Double Heart Attack e Crow Mobe 5. O espanhol acertou também um ótimo S-Mobe, mas estava fora da área de competição. Isso fez com que Liam tivesse somado apenas 4 manobras das 5 válidas para o resultado final. Com esse imprevisto ficou ainda mais fácil para Hadlow, que mostrou muita experiência e técnica para vencer o evento.

No feminino, tivemos como grande destaque Annelous Lammerts (HOL/Slingshot). A holandesa derrotou a atual campeã mundial Karolina Winkowska (POL/Slingshot) nas quartas de final. Foi uma bateria super equilibrada com as duas atletas acertando manobras bem técnicas. Lammerts pousou um belo Back Mobe saindo do kicker somando 8.98 pontos que fez a diferença no somatório da bateria.

gisela

Na disputa de terceiro e quarto lugar, a brasileira Bruna Kajiya (BRA/Airush), vencedora da última etapa em Fuerteventura, ganhou de Annabel Van Westerop (ARU/Cabrinha). Foi uma bateria equilibrada, mas Bruna foi mais regular, pousando um maior número de manobras em condições extremas.

Gisela Pulido (ESP/Best) e Annelous Lammerts (HOL/Slingshot) fizeram a grande final do evento feminino. Foi uma ótima final, com Lammerts embalada e velejando muito bem, mas Pulido teve a sua melhor performance do dia pousando S-Mobe, Hinterberger Mobe e Heart Attack, assegurando a sua primeira vitória do ano!

podium-guys

podium-girls

A modalidade Slalom foi o destaque do final de semana, com uma batalha entre as pranchas direcionais e as bidirecionais. Florian Gruber (ALE/Ozone) foi o grande vencedor no masculino e Katja Roose (HOL/Airush) venceu no feminino.

Outro destaque no Slalom foi a presença de Aaron Hadlow na competição, o inglês que já havia faturado o Freestyle entrou na modalidade Slalom com uma prancha bidirecional grande e deu trabalho para seus oponentes.

AM-2425

Resultados finais Slalom:

Masculino:
1º Florian Gruber (ALE/Ozone)
2º Olly Bridge (ING/North)
3º Rolf Van der Vlugt (HOL/Airush)
4º Jannis Maus (ALE/North)

Feminino:
1º Katja Roose (HOL/Airush)
2º Annelous Lammerts (HOL/Slingshot)
3º Steph Bridge (ING/North)
4º Bibiana Magaji (ESL/Core)

A próxima etapa do circuito PKRA será na Argentina de 12 a 18 outubro! Infelizmente a etapa brasileira agendada para setembro foi cancelada. Fiquem ligados nos releases e redes sociais do Gokite para maiores informações ! Siga e curta nossas páginas  TwitterInstagram e Facebook  !!!

Segue o vídeo e fotos oficiais do evento !

 

Comentários

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta