Dobradinha brasileira no GKA das Ilhas Canárias

As brasileiras Bruna Kajiya e Mikaili Sol dominaram no feminino garantindo as duas primeiras colocações, no masculino o vento não compareceu para a realização das semifinais, o evento terminou com 8 campeões na praia de Vargas.

A segunda etapa do GKA World Tour 2019 foi amaldiçoada por condições climáticas adversas, deixando os competidores ansiosos por melhores condições em um dos lugares que mais venta no mundo. A famosa maldição do palanque parecia estar agindo no evento e as condições estavam bem instáveis.

No sábado com ventos fracos a categoria feminina foi finalizada e deu dobradinha brasileira com Bruna Kajiya e Mikaili Sol fazendo uma final verde e amarela. Mika mostrou a força da nova geração e venceu, enquanto Bruna mostrou superação ao retornar às competições em alto nível após sua lesão no joelho.

“Eu não tenho palavras para descrever o que estou sentindo agora! Estou muito feliz por ter vencido o evento. Obrigado a todos que me apoiaram e acreditaram em mim!” Comemorou Mikaili Sol.

 



Embora as condições de vento esperadas para o domingo fossem piores que as de sábado, a equipe da organização acordou de madrugada com a esperança de que o vento pudesse entrar nas primeiras horas da manhã.

Os riders da categoria masculina tentaram fazer as semifinais na última sexta-feira, após uma maratona de espera que durou até as sete horas da noite, quando as primeiras semifinais começaram. Sábado e domingo os ventos teimaram em continuar fracos para a frustração de todos os atletas.

Liam Whaley tinha grandes expectativas para este evento e pousou em Gran Canaria com “muita motivação para conseguir o primeiro lugar”.

No entanto, no final, não houve vento suficiente para completar as baterias restantes e coroar um dos oito semifinalistas.

Como resultado, os semifinalistas dividiram o primeiro lugar do evento ! O brasileiro Carlos Mário, atual campeão mundial, continua liderando o ranking 2019 após 2 etapas.

Situação adversa

A praia de Vargas normalmente tem ventos de 35-40 nós, e às vezes até se torna forte demais para o kitesurf.

No fim de semana anterior, os velejadores competiram a Copa da Espanha em ventos que que ultrapassaram 30 nós.

Neste último final de semana aconteceu uma condição rara, porém devemos respeitar as leis da natureza e nosso esporte depende dela. Vargas se tornou um dos pontos favoritos de todos os atletas, graças à qualidade e perseverança de um vento que sopra forte por 330 dias do ano.

A próxima etapa do circuito GKA será em Tarifa no dia 2 a 7 de julho !! A maioria dos riders já esta na meca do kitesurf europeu treinando para esta super etapa !!!!



Resultados finais :

GKA Freestyle World Cup 2019 – Gran Canaria

MASCULINO

1. Gianmaria Coccoluto (ITA)
1. Arthur Guillebert (FRA)
1. Liam Whaley (ESP)
1. Maxime Chabloz (SUI)
1. Luis Alberto Cruz (DOM)
1. Valentin Rodriguez (COL)
1. Carlos Mario (BRA)
1. Set Teixeira (BRA)

FEMININO

1. Mikaili Sol (BRA)
2. Bruna Kajiya (BRA)
3. Pippa van Iersel (HOL)
4. Rita Arnaus (ESP)

 

Maiores infos e fotos acesse: https://www.gkakiteworldtour.com

Comentários