PKRA Leucate 2013 – Final

Pastor e Pulido confirmam suas vitórias na Single e garantem o título do Mondial du Vent

As baterias finais da repescagem tiveram ótimas condições em Leucate, ventos lateral-terral forte e rajado, em média 25-30 nós com tempo ensolarado. No final, os vencedores da Single Elimination confirmaram o favoritismo e venceram o Mondial du Vent. Alex Pastor venceu sua segunda etapa neste ano e Gisela Pulido teve a primeira vitória. Annabel Van Westerop e Youri Zoon tiveram uma ótima recuperação na repescagem, mas terminaram em quarto, parados por Bruna Kajiya e Marc Jacobs. A próxima etapa será em junho na Itália, sendo esta a terceira etapa do tour.

A repescagem oferece para os atletas que perderam na Single Elimination a oportunidade de se recuperar e tentar conquistar o primeiro lugar ou quem sabe melhorar a sua colocação no evento. A competição começou com o segundo round masculino. A primeira bateria entre Tack e Blanc foi vencida por Tack que encontrou um bom ritmo, enquanto Blanc não conseguiu pousar suas manobras. Na seqüência, Zoon eliminou o brasileiro Madson e Schitzhofer, que havia vencido Reno Romeu, que teve alguns problemas com seu kite. A última bateria do round tivemos Sam Light vencendo o local Valentin Garat com manobras bem técnicas. As mulheres entraram na água na sequência. Nesse round as novatas no tour Switala, Van Westerop e Valesa avançaram para o próximo round.

O terceiro round foi pra água com 4 riders querendo vencer para ter direto a desafiar os 4 primeiros. Eudázio da Silva e Mario Rodwald conseguiram vencer e se mantiveram na competição, Tack eliminou Liam Whaley em uma bateria bem disputada e Youri Zoon continuou sua batalha pelo pódio vencendo Kevin Langeree. No round seguinte, Youri Zoon x Tack e Rodwald x Da Silva foi a semifinal da repescagem. Zoon e Eudázio da Silva fizeram baterias muito técnicas e explosivas avançando suas baterias para se encontrar na decisão de quem seria o desafiante. A bateria entre os dois riders foi muito disputada com manobras fortes, Eudázio tentou um blind judge 5, mas não completou a manobra dando margem para Youri que venceu e estava embalado para começar os desafios.

O brasileiro Eudázio da Silva, fez um campeonato brilhante, apesar do frio e de condições adversas de vento (forte e rajado) o cearense mandou ver e conquistou uma ótima 6ª colocação. Segundo Eudázio, “Estou muito feliz de ter conquistado a sexta colocação. Não deu para fazer minhas melhores manobras, mas espero melhorar minhas colocações na próxima etapa. Quero agradecer meus patrocinadores por acreditar em mim e todos que estavam na torcida ai no Brasil.” O cearense conta com o patrocínio da Pena, Nobile e Ion Brasil.

No feminino, Switala e Van Westerop avançaram pousando kiteloops e blind judges. Era a vez das duas se enfrentarem para definir quem iria desafiar as primeiras colocadas, Van Westerop pousou um S-1 e avançou para a disputa de 4º lugar contra Manuela Jungo. A bateria estava bem disputada, mas Annabel pousou mais manobras e teve a chance de desafiar Bruna Kajiya na disputa pelo pódio.

Youri Zoon tinha garantido o seu 5º lugar no evento, mas ele queria mais, foi com tudo para o confronto contra o Russo Borisov que fez uma ótima Single Elimination. Zoon estava embalado e venceu Borisov com bons front mobes e back mobes. O próximo a enfrentar o holandês foi Marc Jacobs, que não queria abrir mão do seu lugar no pódio. O late back mobe, grabbed slim e S-3 de Marc acabou com a chance de Youri e garantiu o neozelandês a brigar com Aaron Hadlow pela segunda colocação.

As meninas voltaram com a bateria entre Kajiya e Winkowska, as duas mandaram manobras técnicas, incluindo vários handle passes, mas Winkowska teve uma melhor execução e mais power garantindo mais uma chance de superar Pulido na grande decisão. No masculino, Marc Jacobs contra Aaron Hadlow foi uma bateria interessante. Aaron fez uma bateria bem fluida, mas Marc pousou manobras com muito power e explosão, venceu a bateria e garantiu uma vaga para a decisão.

A decisão entre as mulheres mais uma vez entre Gisela Pulido e Karolina Winkowska. Elas pousaram manobras parecidas como blind judges e 313, Karolina ainda acertou um S-1, mas foi somente isso. No final da bateria, Gisela pousou mais 4 manobras fortes em ventos rajados e garantiu o título. No masculino, a grande final foi entre Alex Pastor e Marc Jacobs; Alex pousou manobras incríveis como back mobe 5, double S-1, NIS, BJ e 313. Marc fez o que ele podia, mas foi impossível de superar a performance do espanhol que marcou a melhor média do dia com 33.86 pontos para vencer a competição.

As condições durante os 3 dias de evento foram perfeitas, apesar do frio e ventos fortes e rajados, foi possível de se concluir todo o evento. Nessas condições que vemos quem são os atletas mais preparados. Todos os 61 riders fizeram um ótimo evento mostrando que o nível da competição esta muito técnico.

Acompanhe todas as notas das baterias do dia de hoje – link

Confira todas as fotos, resultados e o vídeo do evento abaixo:

 

 

Comentários

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta