Home / Notícias / Atletas / Sebastian Ribeiro busca as boas ondas do Ceará

Sebastian Ribeiro busca as boas ondas do Ceará

csm_Profilbild-Sebastian-Ribeiro_0ec218a143-624x354

Sebastian Ribeiro em sessão de fotos para a North Kiteaboarding

Sebastian é brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, mas se considera catarinense. É que ele vive em Florianópolis desde os 10 anos de idade e foi lá que aprendeu a velejar de kite, em 2009. Nestes últimos 8 anos Sebastian vem se dedicando ao esporte e viajando pelo mundo pois hoje ele ocupa o posto de membro do time internacional da North. Atual Campeão Brasileiro de wave strapless e considerado um dos melhores do mundo no wave ele veio ao Ceará desfrutar das ondas e também brincou nas lagoas.

A colunista do Gokite, Giselle Nuaz, produziu uma entrevista bem legal para o seu blog e disponibilizou pra gente. Confira !

2017-08-31-PHOTO-00000003-624x415

Treino de strapless na Lagoa Azul do Cumbuco. FOTOS: Juliano Rodrigues

Vidas ao Vento - Aqui no Ceará dá para fazer um bom treino de wave? Te pergunto porque sei que nossa onda é considerada pequena.

Sebastian Ribeiro - Dá sim! A onda pode ser sem formação mas você está a todo momento treinando o kite, por exemplo. E a movimentação do kite é a mesma com onda ou sem onda. E outra, eu vim para cá  fortalecer meu strapless freestyle.

VV- Você vai focar mais no strapless agora?

SR - Não, não vou focar, mas é um tendência que vem crescendo e eu quero estar pelo menos no ok. Não é meu foco mas se a parada explodir eu também não quero estar lá atrás.

2017-08-31-PHOTO-00000013-624x415

Strapless na Lagoa do Cauípe, com ventos fortes

VV- Para quem ver de fora parece que as organizações estão puxando as competições de wave mais para o strapless também, isto é uma realidade?

SR- Estão sim puxando mas ainda não conseguiram descobrir a fórmula perfeita, que para mim é o famoso 70/30. Seria 70% wave e 30% freestyle. Somaria duas ondas de wave e um overall impression de freestyle. Seriam 3 notas e dividindo por 3 daria uma somatória.

2017-08-21-PHOTO-00000034-624x438

Campeão do Pedral Kiteawave Strapless

VV- Então o campeonato do Piauí foi um modelo legal? (Sebastian se consagrou campeão brasileiro no Pedral Kitewave Strapless em agosto.)

SR- Sim, lá foi bom. A gente tem que ter strapless, porque é um show, mas isso não poderia determinar com tanta forca o campeão de wave. Eu não concordo em você usar 100% freestyle no wave, afinal o que a gente está fazendo é com uma prancha de surfe.

2017-08-31-PHOTO-00000011-624x415

Quando as ondas estão pequenas o mar é local para treinar os saltos do freestyle

VV- E isso está acontecendo?

SR- Está, hoje a gente tem mais etapas de wave freestyle que de wave.

VV- E no Brasil temos bons picos (boas ondas) para fazer etapas só de wave? Quais seriam eles?

SR- Floripa e Rio, resumindo. Mas tem o Espírito Santo e a Bahia.

No vídeo abaixo Sebastian surfa as famosas boas ondas do Sul do País.

VV- E aqui no Ceará qual seria O lugar?

SR- Taíba! Eu estava na Taíba semana passada e tinha quase 1 metro de onda! O Cumbuco se você pegar a maré certa tem onda, eu fiz um downwind e tinha altas.  Paracuru também tem.

2017-08-31-PHOTO-00000005-624x415

Rasgando as boas ondas que havia pelo caminho do Cumbuco ao Cauípe

Deixe uma Comentário

O seu endereço de email não será publicado.Os campos marcados são obrigatórios *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>